Gaúchos devem usar parcela expressiva do 13° salário nas compras de Natal

O 13° salário, em 2018, deve trazer novos horizontes para o varejo gaúcho. De acordo com levantamento realizado pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul – FCDL-RS, sete em cada dez consumidores devem aproveitar o dinheiro extra para efetuar as compras de Natal. A perspectiva é de que o pagamento vai injetar, na economia gaúcha, 2 bilhões em novembro e 4,5 bilhões em dezembro.

– Temos a expectativa de que boa parte do 13º salário será utilizado pela população para consumir. Este é o momento de os lojistas estarem bem preparados, ofertando produtos com preços adequados ao orçamento das famílias gaúchas, e sabedores de que a maioria dos pagamentos deverá ser feita à vista – aponta o presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch.

Para colocar as contas em dia com a ajuda do 13° salário, Vitor Augusto Koch aconselha que é essencial o consumidor planejar bem a capacidade de pagamento mensal, uma vez que o início do ano traz contas tradicionais como IPVA, IPTU, material escolar, entre outras. Além disso, sempre que possível, procurar quitar as dívidas ou efetuar compras novas sempre à vista, desde que exista dinheiro suficiente para isso.

Em todo o país, o pagamento do 13º salário deve injetar R$ 211,2 bilhões na economia brasileira até dezembro, o equivalente a cerca de 3% do Produto Interno Bruto (PIB).

 

Fonte: FCDL-RS

Deixe uma resposta